Os degraus da Basílica Madonna di San Luca

Primeiro, o contexto: minha irmã estava fazendo intercâmbio na Itália, mais precisamente em Bolonha, e quase no final do processo nós fomos visitá-la – e também visitar a Itália, comer massa, tomar vinho, todas essas coisas aí. Por conta de tudo isso, passamos muito tempo em Bolonha e talvez eu escreva até um texto sobre isso, porque acho Bolonha por demais menosprezada quando se fala em Itália. Bolonha é bacana, gente!

Foi minha irmã que nos sugeriu visitar a tal Basílica Madonna di San Luca. Por “nos”, quero dizer: eu e minha mãe.

Antes de partirmos, porém, minha irmã já mandou a real: é uma escadaria sem fim, se preparem. Mas a vista é maravilhosa. E tudo isso era verdade.

São várias centenas de metros, mas muitas mesmo, de escadas e rampas. Você sobe, sobe, sobe e parece que nunca vai chegar. Mas é uma subida divertida. De tempos em tempos, encontrávamos alguma porta e ficávamos elucubrando. Em um desses portões, havia um jardim lindo, lindo. Em certo momento, um cara passou do nosso lado correndo, porque a pessoa fitness, meus amigos, ela não vê limites na fitnessidade dela.

escada madonna
O caminho a pé é inteiro por baixo desses arcos e de tantos em tantos metros existem galerias com imagens bíblicas. É um passeio lindo, vá sem medo de ser feliz. Mas leve água para se hidratar

Tem como chegar de carro, é claro. Uma estradinha margeia os arcos até chegar ao topo do morro, onde fica a Basílica propriamente dita. Nessa estrada você pode encontrar: casas lindíssimas com jardins ainda mais lindíssimos, aquela coisa bem Itália, mesmo; vista da cidade, com uma atenção especial ao estádio Renato Dall’Ara, casa do time local, o Bolongna; ciclistas loucos subindo aqueles quilômetros todos pedalando; essa placa de limite de município que me deixou bem intrigada:

rua madonna san luca

A Basílica tem estacionamento no local, é claro, mas a grande maioria das pessoas vai a pé. O caminho nos arcos tem bastante gente de todas as idades. As senhoras normalmente estão mais bem preparadas que nós, jovens adultas.

No topo existe a tal igreja. E ela é… bem, uma igreja, né? O que mais tem na Itália é igreja, e tem dos mais variados tipos. A Basílica de Madonna di San Luca, apesar de ser grande de imponente, não é cheia de rococó. Arquitetos poderão explicar isso melhor que eu.

basilica madonna di sao lucca2

basilica madonna di sao lucca
Tem um jardim bem gostosinho onde muito gente para pra descansar e tomar um solzinho

Mesmo que você não curta o rolê igreja, outro fator pode te levar para o topo do morro: a vista. Saca só:

vista madonna san luccavista_basilica madonna di sao lucca

Agora, um pequeno aviso e uma pequena história:

a Basílica de Madonna de San Luca fica fora do centro da cidade e não é lá um lugar muito abastecido de transporte público. Mas Bolonha é fácil de andar e dá pra chegar mais ou menos fácil no começo da subida. Só que você precisa ficar atenta porque nós passamos a entrada, caminhamos vários quilômetros a mais, voltamos até descobrirmos que a entrada pros arcos era realmente aqui:

Madonna Sao Luca

Talvez você consiga identificar rápido. Nós não conseguimos e acabamos passando reto. Vimos várias paisagens bonitas, é verdade, e mesmo quando você tá perdida, durante uma viagem, você vê coisas legais. Mas depois ainda tivemos que subir aquele tantão de degraus, né?

Então basicamente: você vai sair do centro pela Porta Saragozza, porque em Bolonha você sempre se localiza através de portas, e segue reto pela Via Saragozza, depois pela SS64. A entrada pela Via di San Luca fica pertíssimo do estádio do Bologna. Aí é só começar a subida.

Depois que descemos, preferimos pegar um ônibus que nos deixasse no centro. Para isso, compramos a passagem em uma banca ali perto (uno biglietto, per favore, é uma boa frase para você aprender antes de ir para a Itália), pegamos um ônibus em direção ao centro e partimos para nossa querida casinha bolonhesa.

Escrito por

Carioca apaulistada, jornalista, 26 anos. Gosta de escrever, viajar e um monte de outras coisas que não caberia nessa descrição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s