O dia de St. Patrick em Nova Iorque

Há cinco anos eu estava em Nova Iorque e tinha programado a viagem exatamente para passar o St. Patrick’s Day. Desde criança eu tinha esse fascínio pela Irlanda, e se não podia passar esse dia lá, que fosse o mais próximo possível – e aqui estou falando da celebração, não de proximidade geográfica.

Acordei, coloquei o colar verde que eu havia comprado no dia anterior, vesti o casaco – também verde – e ganhei a rua. Eu também tinha dois chapéus, mas fiquei com vergonha de usar, veja se pode! Fosse hoje em dia, não só colocaria o chapéu como também arranjaria umas lantejoulas para combinar.

A estação em que eu pegava o trem em direção a Manhattan estava mais cheia que o normal, praticamente todo mundo vestindo verde. Por sorte eu consegui um lugar para a viagem de New Brunswick, em Nova Jersey, até a ilha, porque a cada parada mais e mais gente entrava e já nem tinha mais lugar para sentar. Pouquíssimas pessoas no vagão não estavam em clima de festa, e bem me lembro de uma mulher que resolveu bater boca com um moleque porque eles estavam fazendo muita algazarra. Achei desnecessário, confesso, que mal tem a galera se divertir por um dia?

Desci na Penn Station e dei de cara com uma Manhattan estava em chamas. Em frente à biblioteca, tudo o que se via eram pessoas por todos os lados. A maioria tinha nas mãos garrafas de cerveja, e de novo penso que, fosse hoje em dia, eu me juntaria à festa. Mas naquele 17 de março, eu só observava tudo fascinada.

St. patrick_public library_ny

A parada acontece na Quinta Avenida e sai de perto do Bryant Park até o Central Park. Pelas laterais, as pessoas se amontoam, gritam, brincam, muitas vezes nem prestam atenção ao que está acontecendo na rua. Vi garrafas quebrando e muita gente rindo. Acompanhei a parada por algum tempo até me cansar daquele monte de gente desfilando – a experiência é bacana, mas muito tempo assistindo a esses eventos não é para mim.

 

Eu não tenho grandes dicas de bares para celebrar esse dia em Nova Iorque. Mas não é difícil achar uma cerveja verde por lá. Mas a minha sugestão mesmo é essa: quando em Nova Iorque durante o St. Patrick’s Day, vá para as ruas. Nada supera a festa que os caras fazem ali.

St. patrick_ny

Escrito por

Carioca apaulistada, jornalista, 26 anos. Gosta de escrever, viajar e um monte de outras coisas que não caberia nessa descrição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s