Walking Tours: Buenos Aires

Buenos Aires é uma cidade muito fácil de ser explorada a pé. Sua parte turística – que consiste em uma parte bem pequena da cidade, na verdade – é bastante plana, apesar do calçamento não ser lá muito amigo em algumas partes da cidade, tipo San Telmo.

Mas no geral Buenos Aires é uma cidade que serve muito bem ao turista pedestre. Para vocês terem uma ideia, andei de transporte público apenas um dia, para La Boca, e isso porque estava com o pessoal do tour – no dia anterior, eu e uns amigos tínhamos feito esse mesmo percurso a pé e foi bem tranquilo.

É claro que, diante desse cenário, minha primeira opção foi procurar um walking tour para fazer um passeio guiado pela cidade. Vejam bem, eu não sou exatamente a louca dos tours e cada vez mais evito aqueles em que você entra e sai dos carros ou ônibus toda hora – é por isso, aliás, que tenho um blog sobre viajante a pé. Mas acho bacana, também, ter alguma noção sobre o lugar onde estamos pisando, então voilá!, fui para o passeio a pé.

Quem organizava a parada toda era o pessoal da Cultour, formada por docentes e estudantes de Ciências Sociais e História da Universidade de Buenos Aires. A ideia deles, mais do que um passeio turístico, é apresentar um pouco da história da cidade para as pessoas. E eles são bons, viu? Falam de Evita, falam de Perón, falam da ditadura, falam da independência, falam sobre o processo de urbanização da cidade, falam de um monte de coisa. Para quem quer um tour que vá além do “essa é a Casa Rosada, é aqui que o presidente trabalha”, indico muito essa galera.

Indico tanto, aliás, que acabei indo a três passeios com eles: pelo Centro Histórico, por Recoleta e por La Boca. O de Recoleta é de graça. Os outros dois são MAIS OU MENOS de graça: a parte DIGRÁTIS dura cerca de 1h30, e depois disso é feito um intervalo para uma segunda parte – que é paga e sai por 200 pesos. Mas, de novo: o passeio foge do tradicional e visita lugares que fazem parte da história da cidade, mas que não necessariamente tem um valor turístico. Sim, ele também passa pelo Caminito, mas não sem antes explicar a razão daquelas casas serem tão coloridas – não, não é para divertir os turistas, e sim para fazer referência às construções do bairro que eram feitas de carcaça de navio.

No site tem informações sobre os passeios – inclusive tem um por Tigre que tem um preço SUCESSO e eu recomendo (mesmo sem ter feito, porque Tigre é um lugar muito gostoso!). Os guias são gente boníssima, cabe ressaltar. Pergunte na recepção do albergue ou hotel que às eles eles tem as infos completinhas ou ligam para a própria Cultour para saber mais coisa!

Evita_Buenos Aires
Olar, Evita!

Free Walking Tour: também fiz esse outro passeio que passa pela área central da cidade – sai do Congresso Nacional até a Casa Rosada, passando por outros pontos entre esses dois lugares, tais como a rua Florida e a catedral na Plaza de Mayo. O ponto de encontro costuma ser em frente ao Congresso às 14h, mas vale a pena checar o a página deles antes que é super bem atualizada!

Ah, sim: os dois tours contam com guias que falam inglês e espanhol!

E uma última dica: se forem comprar água na rua, vão num Kiosco que costuma ser mais barata. E usem protetor solar.

 

Escrito por

Carioca apaulistada, jornalista, 26 anos. Gosta de escrever, viajar e um monte de outras coisas que não caberia nessa descrição.

4 comentários em “Walking Tours: Buenos Aires

  1. Essa é uma Evitão. kakakakaka Nunca tinha percebido que Evita (se pensar em “evita”, de “evitar”), em português, fica como esquivar-se. Mas também, uma uruguaia sempre vai achar alguma coisa para implicar com os argentinos. O texto tá ótimo, como sempre. Beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s