Três formas de se transportar por Londres

Londres é uma cidade muito bacana para se andar a pé, mas dificilmente alguém vai passear por lá usando exclusivamente esse meio de transporte – principalmente porque ela é mundialmente conhecida pelo excelente metrô e pelos ônibus de dois andares. Quem iria resistir, né?

Pensando nisso, reuni em um só post algumas dúvidas que podem surgir para quem pretende pegar ônibus, metrô ou andar por Londres de bicicleta. Vambora?

1.Ônibus

Atire a primeira pedra quem nunca teve o sonho de pegar os tais ônibus de dois andares de Londres. Para mim, essa é a melhor forma de cobrir longas distâncias na cidade. Claro que não é mais rápido que o metrô, mas tem a vantagem de ser na superfície, então você pode admirar o caminho enquanto está no ônibus.

Pegar busão não é difícil: o itinerário das linhas ficam expostos em um painelzinho nos pontos, então você sabe direitinho por onde ele passa. Dentro dos ônibus, sempre rola aquele aviso amigo de qual é a próxima parada. Mas nem sempre uma única linha vai te deixar exatamente onde você quer, mas não acho que seja exatamente um problema, principalmente se você não está em uma corrida contra o tempo e curte passear por lugares que não sejam considerados tão turísticos.

Foi nessas de pegar ônibus que me deparei com um dos lugares mais lindos de Londres. Fiquei mais de uma hora admirando essa casa <3  (o vizinho me disse que na primavera ela fica simplesmente maravilhosa)
Foi nessas de pegar ônibus que me deparei com um dos lugares mais lindos de Londres. Fiquei mais de uma hora admirando essa casa ❤
(o vizinho me disse que na primavera ela fica simplesmente maravilhosa)
Os double decker estão mais modernos - mas você ainda encontra modelos vintage em algumas poucas linhas, tipo a 9
Os double-decker estão mais modernos – mas você ainda encontra modelos vintage em algumas poucas linhas, tipo a 9

2.Metrô

O “tube” londrino é mundialmente famoso e é o meio de transporte mais rápido da cidade. Para quem não quer “perder tempo” e cumprir a agenda de pontos turísticos, é a melhor pedida. O metrô linha pra caramba, o que é bom – mas também requer um tantinho mais de atenção. É claro que eu peguei trem pro lado errado algumas vezes, então fique ligadinho.

Vocês não ficam emocionados com um mapa de metrô desses?
Vocês não ficam emocionados com um mapa de metrô desses?
  • Dia e noite

O metrô começa a operar por volta das 5h30 e encerra suas atividades lá pela meia-noite. Os horários de cada linha estão no site da TfL – o único problema é que está tudo em PDF, e vocês viram que tem linha PRA CARAMBA.

Algumas linhas de ônibus funcionam durante a noite e estão identificadas com uma letra N. Nos pontos também é possível saber essas informações nos painéis disponíveis.

  • As zonas

Londres é dividida em diversas zonas, e essa é uma informação importante para quem vai se locomover por transporte público. Provavelmente você trafegará mais pela zona 1, mas para ir para outras zonas você vai precisar de um tipo diferente de passagem – que valha para várias delas. Não é nada complicado, mas só requer um pouco mais de atenção (experiência própria: eu recarreguei meu Oyster para zona errada e não consegui entrar no metrô).

  • E o que é o Oyster?

O Oyster card é um cartão de transporte similar aos que temos no Rio de Janeiro ou em São Paulo, por exemplo. Você paga 5 libras para adquirir um e depois recarrega conforme sua necessidade. A vantagem é que as passagens saem mais baratas do que quando você compra um bilhete normal, além de não precisar ficar comprando tickets o tempo todo – já que você não pode pagar a passagem dentro do ônibus. Para usar o cartão, basta encostá-lo na maquininha amarela e voilá!, a passagem foi debitada. Ah, e vale lembrar que quando você não precisar mais usar seu Oyster, pode devolvê-lo e pegar suas 5 libras de volta! 🙂

3.Bicicleta 

Londres tem um sistema de empréstimo de bicicleta similar ao que vemos em algumas cidades do Brasil: você paga na máquina, destrava a bike e pode andar com ela por aí. Eu não sou a pessoa mais jeitosa em cima de uma dessas, mas devo dizer que foi uma mão na roda para sair do Kensington Gardens até o Palácio de Buckingham em menos de meia hora. A única tristeza foi precisar rodar um tempão a mais com ela por não achar lugar vazio nas estações 😦

Funciona assim: você paga 2 libras para ter acesso à bicicleta por 24 horas. Assim que você retira a bike da estação, tem 30 minutos para rodar de graça; depois disso, terá uma cobrança de mais 2 libras a cada meia hora. A vantagem está no fato de que cada vez que você tira uma bicicleta da estação, tem sempre esses 30 minutos de graça!

Por exemplo: você desbloqueou uma bike, andou 15 minutos com ela e devolveu. Mais tarde, alugou outra e andou, sei lá, por 22 minutos. Nenhuma dessas duas corridas foi cobrada, já que ambas ficaram abaixo dos 30 minutos. Sacou? Então esse pode ser um esquema bem vantajoso se você pretende cobrir uma distância maior em menos tempo e de maneira rápida! E caso você chegue a uma estação que não tenha espaço, pode ativar a máquina e ganhar mais 15 minutos para achar outro ponto para devolver a bicicleta. O único porém é que você só pode pagar com cartão de crédito e de débito – Oyster cards não são aceitos para pegar uma bicicleta.

Quando eu fui, as tais bicicletas ainda eram patrocinadas pelo Barclays e eram azuis; a partir de 2015, o Santander assumiu e transformou-as em vermelhas!
Quando eu fui, as tais bicicletas ainda eram patrocinadas pelo Barclays e eram azuis; a partir de 2015, o Santander assumiu e transformou-as em vermelhas!

Uma última dica: se você tem uma viagem planejada pra lá, visite o site da TfL, que é hiper completo e não esqueça de sempre fazer aquele double check do destino do metrô ou ônibus!

Escrito por

Carioca apaulistada, jornalista, 26 anos. Gosta de escrever, viajar e um monte de outras coisas que não caberia nessa descrição.

4 comentários em “Três formas de se transportar por Londres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s